Base de dados : LILACS
Pesquisa : 419278 [Identificador único]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-419278
Autor: Curvêlo, Lílian Amorim.
Título: Gastropatia hipertensiva portal em portadores de cirrose hepática / Portal hypertensive gastropathy in patients with hepatic cirrhosis: an endoscopic, morphologic and hemodynamic approach.
Fonte: São Paulo; s.n; 2004. [135] p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de São Paulo. Escola Paulista de Medicina. Curso de Gastroenterologia para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Introdução: A gastropatia hipertensiva portal (GHP) é uma complicação da síndrome da hipertensão portal, caracterizada por alterações microscópicas na mucosa gástrica associada a ectasia vascular da mucosa e submucosa gástrica, sem alterações histológicas significativas de inflamação. Até o momento, não existe um padrão ouro de diagnóstico e nem uma definição consensual para esta doença, acarretando desta maneira, grandes variações na sua prevalência e nos relatos de sangramentos agudos e crônicos decorrentes desta doença. A sua patogênese não está estabelecida, acredita-se que seja multifatorial, envolvendo tanto elevações na pressão portal, quanto alterações do fluxo sangüíneo na mucosa gástrica e no mecanismo de regulação do tônus vascular. Objetivos: Comparar a prevalência de gastropatia hipertensiva portal em portadores de cirrose hepática e hipertensão portal, através de dois métodos diagnósticos, endoscópico e histológico, e avaliar a influência de fatores hemodinâmicos (portal e sistêmico), humorais e da função hepatocelular no seu desenvolvimento ou gravidade. Casuística e Métodos: Foram selecionados para o estudo, pacientes cirróticos com hipertensão portal, analisando-se a mucosa gástrica pelo método endoscópico (classificação de McCormack, 1985) e histológico (convencional com hematoxilina-eosina e histomorfometria). Em todos os pacientes foi realizado estudo hemodinâmico (portal e sistêmico) dosagem sérica de glucagon (técnica de radioimunoensaio) e função hepatocelular (classificação de Child-Pugh). O grupo controle para avaliação histológica, foi composto de pacientes dispépticos com endoscopia digestiva alta normal. Os testes estatísticos utilizados foram: Quiquadrado, teste t de Student, Mann-Whitney, teste de concordância Kappa ou McNemar. Resultados: Foram estudados 46 pacientes e 12 controles. As variáveis estudadas foram: idade, gênero, etiologia, pressão portal, índice de resistência vascular sistêmica, classificação de Child-Pugh e hemoglobina, não havendo diferença estatística significante entre elas com a presença ou gravidade da GHP. Não houve concordância estatística significante entre os métodos utilizados para o diagnóstico da GHP...
Descritores: Hipertensão Portal
Cirrose Hepática
Hemodinâmica
Gastropatias
Responsável: BR1.2 - Biblioteca Central
BR1.2; 8503



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde