Base de dados : LILACS
Pesquisa : 436817 [Identificador único]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-436817
Autor: Ribeiro, Luiza Helena Vilela.
Título: Análise do padrão radiográfico da pneumonia bacteriana: correlação clínica e concordância entre o pediatra e o radiologista em um contexto de vigilância epidemiológica / Analysis of radiological pattern in bacterial pneumonia, clinical correlation and agreement between pediatrician and radiologist in an epidemiological surveillance context.
Fonte: São Paulo; s.n; 2005. [50] p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de São Paulo. Escola Paulista de Medicina. Curso de Radiologia e Ciências Radiológicas para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Objetivos: Avaliar a concordância entre o pediatra e o radiologista no diagnóstico radiológico de pneumonia bacteriana, descrever o padrão radiológico das radiografias de tórax de crianças diagnosticadas com pneumonia pelos pediatras e correlacionar c padrão radiológico com os achados clínicos em crianças admitidas para internação por pneumonia bacteriana. Métodos: Esta investigação foi delineada utilizando-se estrutura de um sistema de vigilância epidemiológica de pneumonia bacteriana no município de Goiânia, Goiás. Radiografias de 643 crianças menores de cinco anos à idade hospitalizadas com pneumonia foram primeiramente avaliadas pelos pediatra(no momento da internação) e posteriormente fotografadas com câmera digital enviadas para dois radiologistas previamente treinados para interpretar radiografia pediátricas de acordo com especificações padronizadas pela Organização Mundial c Saúde. No momento de admissão hospitalar se preencheu uma ficha clínica epidemiológica. Resultados: A concordância interobservador para o diagnóstico radiológico de pneumonia compatível com padrão bacteriano foi de 71,4 por cento. radiografias com padrão técnico não-adequado apresentaram uma proporção significativamente maior de laudos considerados normais pelos radiologistas. E relação a localização das opacidades no parênquima pulmonar o pulmão direito foi mais acometido de forma individual, tanto nas opacidades intersticiais (52,4 por cento) qual alveolares (54,8 por cento). O pulmão direito e o lobo inferior direito foram os mais acometidos nos casos de pneumonia de padrão bacteriano, respectivamente com a freqüência 53,4 por cento e 57 por cento. Dentre as variáveis clínicas avaliadas a tiragem intercostal e o sibilo mostraram-se estatisticamente associados respectivamente aos casos de pneumonia de padrão bacteriano e de pneumonia intersticial e laudo normal. Conclusões concordância entre o pediatra e o radiologista foi baixa. O padrão de acometimento pulmonar mais freqüente foi o alveolar com predomínio do pulmão direito e do I inferior. A complicação da pneumonia mais observada foi o derrame pleural. A tira intercostal mostrou-se mais associada à opacidade alveolar e o sibilo à opacicidade intersticial.
Descritores: EPIDEMIOLOGICAL SURVEILLANCE
Pneumonia Bacteriana
Radiografia
Responsável: BR1.2 - Biblioteca Central
BR1.2; 9365



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde