Base de dados : LILACS
Pesquisa : 484724 [Identificador único]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Tauil, Pedro Luiz
Texto completo
Id: lil-484724
Autor: Cavalcante, Karina Ribeiro Jardim Leite; Porto, Vanessa Torales; Tauil, Pedro Luiz.
Título: Avaliação dos conhecimentos, atitudes, e práticas em relação à prevenção de dengue na população de São Sebastião - DF. Brasil, 2006 / Evaluation of knowledge, attitudes and practices on dengue prevention in downtown population of São Sebastião - DF, Brazil, 2006
Fonte: Comun. ciênc. saúde;18(2):141-146, abr.-jun. 2007.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: Os primeiros focos do Aedes aegypti, principal vetor do dengue, foram detectados, no Distrito Federal em 1986 e os primeiros indícios de uma transmissão local apareceram somente em 1997. Desde então foram registradas duas epidemias de dengue, uma na Região Administrativa do Guará, na localidade da invasão da Estrutural e outra na Região Administrativa de São Sebastião. A participação da população no controle do mosquito é considerada fundamental. Entre os desafios da educação em saúde para controle do dengue está a criação e o aperfeiçoamento de técnicas de intervenção que contribuam para redução da infestação por este vetor. Objetivo: Avaliar o grau de conhecimento, as atitudes e as práticas para prevenção do dengue, na população da área central de São Sebastião, DF. Método: Trata-se de um estudo epidemiológico, do tipo inquérito, realizado por meio da aplicação de um questionário numa amostra aleatória representativa da população residente na área central de São Sebastião. Foi realizada também uma inspeção orientada nos domicílios e peridomicílios para investigar a existência ou não de criadouros do vetor. Resultados: Foram entrevistadas 85 pessoas, a maioria do sexo feminino e com nível de escolaridade de ensino fundamental incompleto. A grande maioria dos entrevistados mostrou um conhecimento correto da transmissão da doença e dos meios para reduzir a densidade de mosquitos. No entanto, a inspeção dos domicílios e dos peridomicílios revelou uma quantidade enorme de potenciais criadouros para os vetores. Conclusão: Foi detectada uma inconsistência entre conhecimentos e as atitudes e as práticas da população quanto ao controle do dengue, como já constatada na literatura.Palavras-chave: Dengue, Aedes aegypti, prevenção, educação em saúde.
Descritores: Dengue/prevenção & controle
-Educação em Saúde
Responsável: BR599.1 - Coordenação Geral de Documentação e Informação (CGDI)



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde
WXIS|fatal error|unavoidable|recxref/read|