Base de dados : LILACS
Pesquisa : 502163 [Identificador único]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-502163
Autor: Alvim, Marco Túlio de Paula; Silva, Luciana Diniz; Almeida, Cristiane Duarte de; Coelho, Luciano Ferreira; Faleiros, Paulo Antônio de Morais; Salum, Roberto Eduardo; Castro, Lúcia Porto Fonseca de; Gelape, Neibert da Mata.
Título: Gastroenterite eosinofílica com ascite e sem i-obstrução intestinal: relato de caso e revisão da literatura / Eosinophilic gastroenteritis with ascites and intestinal pseudo-obstruction: report of a case and literature review
Fonte: GED gastroenterol. endosc. dig;25(2):58-62, mar-abr. 2006. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A gastroenterite eosinofílica (GE) é considerada uma doença pouco comum, com menos de 300 casos relatados na literatura. É caracterizada por infiltração eosinofílica das camadas da parede do tubo digestivo. A patogênese não é bem conhecida. Há algumas evidências da participação de fatores imunológicos ou alérgicos. Em geral, o prognóstico é favorável, embora a doença tenha caráter recorrente. Relata-se o caso de paciente, 21 anos, sexo masculino/ que apresentou quadro de dor abdominal, náusea, vômitos, emagrecimento e eliminação reduzida de flatos e fezes. Ao exame físico, foram observadas distensão abdominal, dor à palpação e ascite tensa. Os exames laboratoriais demonstraram eosinofilia no sangue periférico, variando de 15 a 60%. Exames parasitológicos de fezes seriados não mostraram ovos ou larvas. Ao estudo radiológico, identificaram-se espessamento da parede do intestino delgado e redução do lume. Infiltração eosinofílica da mucosa do cólon distal foi verificada pelo exame anatomopatológico. Com base nesses achados, o diagnóstico de GEfoi realizado e instituído o tratamento com prednisona, ocorrendo remissão da doença. Apesar de ser considerada doença rara e de causa ainda desconhecida, a GEdeve ser incluída no diagnóstico diferencial dos quadros de eosinofilia periférica com comprometimento do trato gastrintestinal (TGI).
Descritores: Ascite/sangue
Gastroenterite/tratamento farmacológico
Síndrome Hipereosinofílica
Pseudo-Obstrução Intestinal
-Biópsia
Colonoscopia
Cetotifeno/uso terapêutico
Ciclofosfamida/uso terapêutico
Ciclosporina/uso terapêutico
Corticosteroides/uso terapêutico
Exame Físico
Recidiva
Sinais e Sintomas
Tiabendazol/uso terapêutico
Limites: Seres Humanos
Masculino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR9.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde Profa. Susana Schimidt



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde