Base de dados : LILACS
Pesquisa : 518202 [Identificador único]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Torres, Gilson de Vasconcelos
Texto completo
Id: lil-518202 LILACS-Express
Autor: Reis, Luciana Araújo dos; Mascarenhas, Claudio Henrique Meira; Marinho Filho, Luiz Evandro Nunes; Borges, Priscila Santos; Argolo, Sheila Mendes; Torres, Gilson de Vasconcelos.
Título: Prevalência e padrão de distribuição do acidente vascular encefálico em idosos submetidos a tratamento fisioterapêutico no município de Jequié,BA / Prevalence and distribution pattern of cerebrovascular accident in elderly under physical therapeutic treatment in the city of Jequié, BA, Brazil
Fonte: Rev. bras. geriatr. gerontol;11(3):369-378, set.-dez. 2008. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo teve por objetivo identificar a prevalência e padrão de distribuição do Acidente Vascular Encefálico (AVE) em idosos atendidos na Clínica-Escola de Fisioterapia da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. Trata-se de estudo de caráter descritivo, com delineamento transversal e abordagem retrospectiva, de agosto de 2005 a agosto de 2006. Foram analisados 48 prontuários de pacientes portadores de AVE, de ambos os sexos, com idade igual ou superior a 60 anos, através da observação de 120 prontuários de pacientes atendidos no mesmo período. Com a análise dos dados, observou-se que, entre os casos de AVE, 52,1% eram do sexo feminino; 43,75% se encontravam na faixa etária entre 60-69 anos; 39,58% eram aposentados; 64% das mulheres viviam sem companheiro, enquanto 73,91% dos homens viviam acompanhados. Os homens apresentaram maiores taxas de sedentarismo (69,56%), etilismo (39,13%) e tabagismo (39,13%); e em ambos os sexos, os antecedentes familiares mais encontrados foram hipertensão arterial e AVE. Este estudo constatou uma alta prevalência do AVE entre os idosos, além de grande distribuição de fatores de risco e antecedentes familiares. Nessa perspectiva, faz-se necessária a criação de estratégias preventivas para a manutenção da independência e qualidade de vida dos idosos.

This study aimed to identify the prevalence and distribution pattern of Cerebrovascular Accident on elderly attended at the Clínica-Escola de Fisioterapia (Physical Therapy School Clinic) of the Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. It's a descriptive cross-sectional study with retrospective approach from August 2005 to August 2006. Forty-eight records of male and female patients with Cerebrovascular Accident were analyzed, aged 60 years or older, through observation of 120 records of patients attended within the same period. Through data analysis, it was observed that among the cases of Cerebrovascular Accident, 52.1% were female; 43.75% were in the age group of 60-69 years; 39.58% were retired; 64% of women lived without a mate, while 73.91% of men lived with amate. Men showed higher sedentarism rates (69.56%), alcohol abuse (39.13%)and smoking (39.13%); and for both sexes, the most common family histories were hypertension and cerebrovascular accident. This study found a high prevalence of Cerebrovascular Accident among the elderly, besides of great distribution of risk factors and family history. Under this perspective, preventive strategies to the maintenance of the independence and quality of life of the elderly must be created.
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde