Base de dados : LILACS
Pesquisa : 591213 [Identificador único]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Milani, Carlo
Texto completo
Id: lil-591213
Autor: Rodrigues, Luciano Miller Reis; Rachell, Thérèse Theodoro; Mader, Ana Maria; Milani, Carlo; Ueno, Fabrício Hidetoshi; Pinhal, Maria Aparecida da Silva.
Título: Análise comparativa histopatológica entre a hérnia de disco contida e extrusa / Análisis comparativo histopatológico entre hernia discal contenida y extruida / Comparative histopathologic analysis of contained and extruded disc herniation
Fonte: Coluna/Columna;10(1):55-57, 2011. tab.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: Nosso estudo tem o objetivo de estudar as alterações histopatológicas, tais como neovascularização, infiltrado inflamatório, celularidade, apoptose, degeneração mucoide, alterações granulares e calcificação presentes nos tipos de hérnia (contida e extrusa), e também avaliar essas diferenças entre o núcleo pulposo e ânulo fibroso. MÉTODOS: Foram analisados 65 discos lombares, os quais foram divididos em três grupos: hérnia extrusa com 25 casos, hérnia contida com 28 casos e 12 discos sem alteração degenerativa. Os fragmentos removidos foram separados em ânulo fibroso e núcleo pulposo. Foi realizada análise semiquantitativa por microscopia óptica das alterações histopatológicas. RESULTADO: Em relação aos parâmetros avaliados na análise comparativa entre ânulo fibroso e núcleo pulposo não houve variação estatística significativa entre os grupos, o que mostra que ambas as regiões são semelhantes. A hérnia extrusa apresentou maior proporção de infiltrado inflamatório e neovascularização. As alterações degenerativas não apresentaram uma variação significante conforme o tipo de hérnia. CONCLUSÕES: Na hérnia de disco há uma relação entre neovascularização, infiltrado inflamatório e o tipo de hérnia. Não há diferença histopatológica em relação à porção do disco intervertebral analisada.

OBJECTIVE: to investigate histopathological changes such as neovascularization, inflammatory infiltrate, cellularity, apoptosis, mucoid degeneration, granular changes, and calcification in contained and extruded disc herniations, and to compare these differences in the nucleus pulposus and annulus fibrosus. METHODS: 65 lumbar discs were evaluated. These were divided in three groups: 25 cases of extruded herniated discs, 28 cases of contained herniated discs, and 12 cases of discs without degenerative changes. Fragments were removed and separated into annulus fibrosus and nucleus pulposus. Semi-quantitative analysis of histopathologic changes was carried out, using a microscope. RESULTS: in the comparative analysis between annulus fibrosus and nucleus pulposus, no statistical differences were obtained between these groups, showing that both regions are similar. The extruded disc herniation presented a higher proportion of inflammatory infiltrate and neovascularization. Degenerative changes did not present significant variation in relation to disc herniation type. CONCLUSION: There is a relation in disc herniation between neovascularitazion, inflammatory infiltrate and type of disc herniation. There is no histopathologic difference in relation of the portion of intervertebral disc analyzed.

OBJETIVO: Nuestro estudio tiene el objetivo de analizar las alteraciones histopatológicas tales como neovascularización, infiltrado inflamatorio, celularidad, apoptosis, degeneración mucoide, alteraciones granulares y calcificación, presentes según los tipos de hernia (contenida y extruida), así como evaluar esas diferencias entre el núcleo pulposo y el anillo fibroso. MÉTODOS: Se analizaron 65 discos lumbares, que se dividieron en tres grupos: hernia extruida en 25 casos, hernia contenida en 28 casos y 12 discos sin alteración degenerativa. Los fragmentos extraídos se separaron en anillo fibroso y núcleo pulposo. Se llevó a cabo un análisis semicuantitativo por microscopia óptica de las alteraciones histopatológicas. RESULTADO: Respecto a los parámetros evaluados en el análisis comparativo entre anillo fibroso y núcleo pulposo, no se produjo variación estadística significativa entre los grupos, lo cual muestra que ambas regiones son semejantes. La hernia extruida presentó una mayor proporción de infiltrado inflamatorio y neovascularización. Las alteraciones degenerativas no presentaron una variación significativa según el tipo de hernia. CONCLUSIONES: En la hernia discal hay una relación entre neovascularización, infiltrado inflamatorio y tipo de hernia. No hay diferencia histopatológica respecto a la parte del disco intervertebral analizada.
Descritores: Hérnia
Histologia
Disco Intervertebral
Deslocamento do Disco Intervertebral
Limites: Humanos
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde
WXIS|fatal error|unavoidable|recxref/read|