Base de dados : LILACS
Pesquisa : 621533 [Identificador único]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Alvares, Beatriz Regina
Texto completo
Id: lil-621533
Autor: Alvares, Beatriz Regina; Pereira, Inês Minitti Rodrigues; Mezzacappa, Maria Aparecida; Stopiglia, Mônica Sanchez; Pires, Camila da Silva.
Título: Atelectasia pulmonar em recém-nascidos: etiologia easpectos radiológicos / Pulmonary atelectasis in newborn infants: etiology and radiological aspects
Fonte: Sci. med;22(1), jan.-mar. 2012. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivos: Descrever os principais fatores etiológicos e os achados radiológicos da atelectasia pulmonar em recémnascidos. Fonte de dados: Foi realizada uma revisão da literatura através de livros e artigos publicados nos últimos 30 anos, obtidos a partir das bases de dados PubMed, SciELO e BIREME, utilizando-se os descritores: atelectasia pulmonar/pulmonary atelectasis, diagnóstico/diagnosis, neonato/neonate, recém-nascido/infant, newborn.Síntese dos dados: Os sinais radiológicos de atelectasia pulmonar estão relacionados à perda volumétrica, com deslocamento cissural, hilar e mediastinal, bem como elevação diafragmática em direção ao lobo ou segmento pulmonar afetado. Os arcos costais no hemitórax comprometido podem apresentar espaços reduzidos. Está presente hiperinsuflação compensatória do pulmão remanescente e as porções colapsadas apresentam aumento da radiopacidade com forma triangular em pelo menos uma das projeções radiológicas. Em recém-nascidos, os principais fatores etiológicos são ventilação pulmonar mecânica com pressão positiva, pneumonia, síndrome da aspiração de mecônio, refluxo gastroesofágico, displasia broncopulmonar, hérnia diafragmática congênita, derrame pleural e pneumotórax.Conclusões: A presença de atelectasia pulmonar é uma importante complicação em recém-nascidos internados em unidade de terapia intensiva neonatal. O exame radiológico possui um importante papel no diagnóstico e no direcionamento do tratamento desses pacientes.

Aims: To describe the main risk factors and the radiological findings of pulmonary atelectasis in newborns.Source of data: A literature review was conducted for the period of 2010/2011, through books and articles published over the past 30 years, obtained from the databases PubMed, SciELO and BIREME, using the descriptors: pulmonary atelectasis, diagnosis, infant, neonate, newborn.Summary of findings: Radiological signs of pulmonary atelectasis are related to volume loss, with fissural, hilar and mediastinal displacement, and diaphragmatic elevation toward the affected lung lobe or segment. The ribs of the affectedhemithorax may have diminished spaces. Compensatory hyperinflation of the lung is present and the collapsed portionsshow increased radiopacity, with a triangular shape in at least one of radiographic projections. In newborn infants, the main etiological factors are mechanical ventilation with positive pressure, pneumonia, meconium aspiration syndrome, gastroesophageal reflux, bronchopulmonary dysplasia, congenital diaphragmatic hernia, pleural effusion and pneumothorax.Conclusions: Presence of pulmonary atelectasis is an important complication in infants admitted to neonatal intensive care unit. Radiology has an important role in the diagnosis and management of these patients.
Descritores: Diagnóstico
Unidades de Terapia Intensiva Neonatal
Atelectasia Pulmonar
Pulmão
Radiologia
Raios X
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR500.1 - Biblioteca



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde