Base de dados : LILACS
Pesquisa : 69455 [Identificador único]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Strauss, Edna
Id: lil-69455
Autor: Strauss, Edna; Lacet, Celina M; Maffei Junior, Romeu A; Silva, Edson Cartapatti da; Fukushima, Julia T; Gayotto, Luiz Carlos C.
Título: Etiologia e apresentaçäo da cirrose hepática em Säo Paulo: análise de 200 casos / Etiology and clinical aspects of liver cirrhosis in Säo Paulo, Brazil: analysis of 200 cases
Fonte: GED gastroenterol. endosc. dig;7(4):119-23, out.-dez. 1988. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A cirrose hepática é a mais importante entre as doenças crônicas do fígado. Sua prevalência é variável em diferentes países, assim como säo diversos os agentes etiológicos que levam à cirrose. Durante quatro anos foram diagnosticados, num hospital previdenciário, 200 casos de cirrose hepática, sendo 157 homens (78,5%) e 43 mulheres (21,5%), com idades variando entre 17 e 79 anos. O principal agente etiológico foi o alcoolismo em 142 casos (71%), seguido das hepatites virais (tanto do tipo B como näo A, näo B) em 30 casos (15%) e criptogenéticos em 24 casos (12%). Drogas hepatotóxicas em dois casos (1%), cirrose biliar primária e hemocromatose em um caso (0,5%) foram etiologias pouco freqüentes. Ascite foi a queixa mais comum na apresentaçäo da doença (85,4%), seguida de icterícia em 81,7% e horragia digestiva alta em 51%, enquanto a encefalopatia foi encontrada em 39,6% dos casos. Ao exame físico a ascite foi graduada em leve (45%), moderada (38%) e severa (17%). A mesma graduaçäo para a icterícia forneceu os percentuais de 68,8%, 24,8% e 6,4%. Aranhas vasculares (72%), eritema palmar (54%), atrofia muscular (55%), circulaçäo colateral (58%) e ginecomastia (22%) foram importantes sinais encontrados ao exame físico. O fígado foi palpável em 93,3% do pacientes entre 1cm e 20cm do rebordo direito (5,15 ñ 3,5cm) e abaixo do apêndice xifóide (6,6 ñ 3,8cm). Esplenomegalia foi palpável em 37% dos pacientes. Ressaltamos o fato de a ascite e a icterícia, embora freqüentes, terem-se apresentado como severas em apenas 17% e 6% dos casos, respectivamente
Descritores: Cirrose Hepática/etiologia
-Alcoolismo/complicações
Brasil
Cirrose Hepática/epidemiologia
Hepatite/complicações
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde